publicidade

Diretoria do Náutico nega que demissão de Sidney tenha a ver com Elicarlos

Matheus Albino

Matheus Albino

Ver perfil

Publicado em 11/08/2014 às 18:12

Imagem de José Barbosa. Foto: Matheus Albino / Blog do Torcedor
Imagem de José Barbosa. Foto: Matheus Albino / Blog do Torcedor

Após a demissão de Sidney Moraes do comando técnico do Náutico a diretoria ainda não anunciou a chegada do novo treinador. Depois de uma longa reunião, o diretor José Barbosa concedeu entrevista coletiva para a imprensa, nesta segunda-feira à tarde, nos Aflitos. Ele negou que Sidney Moraes tenha saído do clube por causa do afastamento de Elicarlos do time principal após a derrota por 3×0 para o Santa Cruz.

Segundo algumas informações sobre o afastamento do jogador, ele teria feito corpo mole no jogo e até foi cobrado de alguns companheiros ao final da partida.

A diretoria não gostou da atitude de Sidney e o demitiu.  Sobre essa informação José Barbosa negou o fato e acrescentou: “O Elicarlos não fez corpo mole, não é do caráter dele, é um jogador que tem uma história no Náutico, já são cinco anos aqui e ele não faria isso, posso garantir. A queda do Sidney não teve nada a ver com o afastamento do Eli. Se ele não rendeu o esperado o técnico tem o direito de afastá-lo. Se fosse questões de indisciplina seria uma ordem da diretoria”, comentou.

O clube está trabalhando com dois nomes para assumir a equipe. Um está empregado, mas caso o Náutico queria mesmo traze-lo não será problema segundo o diretor. “Estamos trabalhando com dois nomes e um deles está empregado atualmente, mas não podemos falar o nome para não atrapalhar a negociação. Temos condições de trazer os treinadores que receberam proposta do clube”, confirmou.


Veja também