publicidade
Silvio Meira em evento da SeLiga! Escola Digital (Foto: Renato Mota/MundoBit)
Silvio Meira em evento da SeLiga! Escola Digital (Foto: Renato Mota/MundoBit)

“Numa revolução, como a digital, ou você faz parte ou você está perdendo”, afirma Silvio Meira

Letícia Saturnino

Letícia Saturnino

Ver perfil

Publicado em 22/01/2018 às 16:04

“O futuro vem do futuro. A partir de cenários que imaginamos e projetamos para o futuro, não de ‘evoluções’ de coisas do presente e do passado”, sentenciou o engenheiro e “provocador-chefe” da rede de business designers Ikewai, Silvio Meira, um dos palestrantes do seminário  “Transformação digital: pessoas e negócios”.

O evento, produzido pela SeLiga! Escola Digital, ainda vai levar para o Teatro RioMar, nesta terça e quarta (23 e 24), o comunicador Marcelo Tas e o empresário Teco Sodré. Todos estarão debatendo a cultura digital e suas implicações no comportamento das pessoas e no ambiente corporativo.

“O que acontece sempre numa revolução? Ela não é transmitida pela TV. Ou você faz parte ou você perde. Estamos, em 2018, no fim de uma janela de transformações digitais, que até 2020 estarão encerradas. Quem não fizer um salto de fé para digitalizar seu modelo de negócios, vai ficar para trás na próxima década”, afirmou Meira.


publicidade

Leia mais
Marcelo Tas, Silvio Meira e Teco Sodré ministram curso sobre Transformação Digital no Recife
“Tecnologia não tem moral. Nós que damos a ela um propósito”, afirma Silvio Meira no programa 20 Minutos

Como exemplo, o engenheiro comentou a mudança profunda sofrida pelo mercado da música. “Atualmente, mais da metade do faturamento vem das plataformas de streaming. Essa página já virou e o modelo antigo não volta mais – a não ser como uma curiosidade, como a venda de discos em vinil, que vem crescendo desde 2012, enquanto os CDs – e o modelo de posse, mesmo que digital, – vem caindo”, lembrou.

O caminho deve ser o mesmo para a mobilidade pessoal, que já vem passando por transformações através das plataformas digitais de compartilhamento, e entrou em colapso em algumas cidades por conta do alto tráfego e da poluição. “Não adianta duplicar as estradas, elas vão continuar engarrafadas em eventos críticos e em horas críticas”, completa Meira.

Teco Sodré, Marcelo Tas e Silvio Meira (Foto: Renato Mota/MundoBit)

As palestras são sempre das 14h30 às 19h – cada dia com um professor diferente – e sempre encerradas com um debate entre os três. As inscrições são únicas – não serão abertas para módulos isolados – e estão abertas no site da #SeLiga!. Além do acesso aos três dias de aulas, os participantes receberão materiais exclusivos sobre o conteúdo abordado.


Veja também