publicidade

Cleiton Collins lamenta aprovação do PL que autoriza a venda de bebida nos estádios

Cássio Oliveira

Cássio Oliveira

Ver perfil

Publicado em 04/12/2015 às 13:08

Parlamentar nasceu em Petrolina, no Sertão pernambucano, mas passou boa parte da vida em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife (Foto: JC Imagem).
Parlamentar nasceu em Petrolina, no Sertão pernambucano, mas passou boa parte da vida em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife (Foto: JC Imagem).

Nesta quinta-feira (03) foi aprovado, em segunda discussão, o Projeto de Lei n° 2.153/2014, que autoriza a venda e o consumo de bebidas alcoólicas em eventos esportivos, estádios e arenas desportivas em Pernambuco.

No Pequeno Expediente, o deputado Pastor Cleiton Collins, lamentou o resultado da votação, que, segundo ele, foi uma chance perdida de proteger as pessoas da violência.

“Ações preventivas contra as drogas, inclusive as lícitas, são muito importantes. Com essa lei, perdemos a chance de proteger as pessoas da violência e das doenças causadas pelo álcool”, lamentou.

Segundo o parlamentar, todos os projetos de lei estaduais que trazem esse tipo de autorização serão objeto de Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal, a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

O artigo 13-A do Estatuto do Torcedor e a Resolução 01/2008 da Confederação Brasileira de Futebol proíbem o acesso de torcedores com bebidas alcoólicas nos estádios”, argumentou.

O parlamentar também havia registrado que as cidades como Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS) não autorizaram a volta das bebidas alcoólicas em eventos esportivos, e que Pernambuco e Minas Gerais registraram diminuição da violência com a proibição do consumo de álcool nos estádios.

O deputado disse que vai recorrer a Paulo Câmara para impedir a aprovação do projeto.


Veja também